Este site salva seu histórico de uso. Ao continuar navegando você concorda com a política de cookies e privacidade

Guia definitivo para você tirar ótimas fotos de noite

Guia definitivo para você tirar ótimas fotos de noite

A fotografia nada mais é do que a exposição e a captura de luz. É por isso que, normalmente, as fotos registradas durante o dia sempre tendem a ficar muito mais bonitas do que as fotos registradas de noite.

Mesmo com o smartphone mais moderno e com diversas configurações e aplicativos à sua disposição, é importante que você conheça alguns princípios básicos da fotografia e algumas técnicas para tirar ótimas fotos de noite e arrasar nos seus registros.

Princípios básicos da fotografia

Normalmente, as câmeras dos smartphones possuem configurações automáticas que se adaptam a diferentes tipos de ambientes. Os princípios básicos da fotografia nada mais são do que os recursos que as câmeras possuem para garantir uma boa foto. São eles: abertura, velocidade e sensibilidade. 

Entender um pouco como esses princípios funcionam darão mais autonomia e confiança para você registrar excelentes fotos de noite, mesmo com pouca luz. 

Abertura (f)

A abertura (f) é o mecanismo que controla a intensidade de luz sobre o sensor da câmera por meio de um diafragma, que tem a função de abrir e fechar.  

Aposto que ao comprar um celular novo você já deve ter se deparado com um f seguido de algum número na descrição da câmera e nunca entendeu nada. Bom, a abertura da câmera é representada pelos números f: f 1, f1.4, f 2.8, f4, f5.6, f8, f11, f16, f22. Quanto menor o número f maior a abertura do diafragma e maior a quantidade de luz que passa pela lente. 

Para ficar ainda mais claro, a nossa pupila desempenha a mesma função que o diafragma da câmera controlando a intensidade da luz na nossa retina. Portanto, em ambientes muito claros, nossa pupila se fecha. Já em ambientes escuros, nossa pupila se abre.  

Velocidade (S)

Toda câmera possui um obturador que irá controlar o tempo que a luz atinge o sensor da câmera. Logo, ao alterarmos a velocidade do obturador, iremos modificar o tempo de exposição da luz, ou seja, quanto maior a velocidade do obturador, menor a quantidade de luz que atinge o sensor. 

Aqui vai uma dica importante de fotografia: se você quiser fotografar algo em movimento, o ideal é aumentar a velocidade do obturador para ter uma captura nítida.  

Sensibilidade (ISO)

O tal do ISO que sempre vemos nas nossas câmeras do celular é a sensibilidade que controla a captação de luz do sensor. Quando alteramos a sensibilidade estamos, na verdade, modificando a captação da luz da nossa câmera. 

A sensibilidade é expressa pelo número ISO e quanto maior ele for (por exemplo, ISO 50, ISO 100, ISO 200, ISO 400, ISO 800, ISO 1600, ISO 3200), maior será a sensibilidade e, consequentemente, maior será a captação de luz.

Então, para tirar boas fotos de noite é só aumentar o ISO, certo? Errado! O aumento da sensibilidade (ISO) leva à perda da qualidade da imagem e ela poderá apresentar granulação (filmes) ou ruído (sensores).

 

5 dicas para tirar fotos de noite 


Agora que você entendeu um pouco mais sobre os princípios básicos da fotografia e dos recursos para fazer alguns ajustes na sua câmera, você vai tornar suas fotos de noite ainda melhores com as nossas dicas a seguir.

 

1. Configurações automáticas da câmera

As câmeras dos smartphones trazem diversas configurações automáticas que você pode explorar e testar em suas fotografias, entre elas estão: modo noturno, baixa luminosidade, modo automático, modo HDR.

O modo HDR, por exemplo, sempre deve estar ligado para fotos de noite, pois ele aumenta a sensibilidade da câmera e equilibra mais o contraste da imagem e a intensidade das cores.

Nossa recomendação é que você entenda cada uma das configurações que sua câmera oferece e faça fotos noturnas em diferentes ambientes e condições para entender se o resultado te agrada.

Para quem está tão habituado com a praticidade dos smartphones, as câmeras analógicas podem parecer um “bicho de sete cabeças”. Por isso, fizemos um post para você entender um pouco mais sobre. Confira aqui.

 

2. Modo manual

Se você gosta de fotografia e tem interesse em fazer registros mais bonitos e profissionais ou, ainda, gosta de fotografar paisagens naturais noturnas, então, você deve mudar a sua câmera para o modo manual.

Com essa opção, você terá total liberdade de modificar a abertura, a sensibilidade e o ISO da sua câmera para se adequar ao ambiente que você deseja fotografar.

Outra configuração importante para tirar fotos de noite é usar o foco manual, que fará com que você regule precisamente a distância focal do local a ser fotografado.  

Não adianta teimar e usar o foco automático da câmera. Ele dificilmente funcionará, pois precisa de luz para ficar decente. 

Dica para fotografar paisagens noturnas: sempre que for fotografar, verifique a distância da câmera em relação ao local a ser focado. A maior distância focal que conseguir faz com que a paisagem continue sendo focada.

 

3. Fonte de luz

Usar recursos adicionais de luz podem ajudar a obter fotos melhores de noite. O flash é um dos mais básicos e práticos, pois já faz parte da configuração da sua câmera, porém, o alcance da luz dele é pequena, logo, as pessoas ou objetos fotografados precisam estar próximos para que o flash ilumine bem a cena. Ele já não funcionará para fotografar paisagens, por exemplo.

Você também pode usar refletores de led com cores neutras ou coloridos para criar efeitos diferenciados na sua fotografia.

Confira aqui outros tipos de iluminação que você pode usar para produzir fotografias noturnas belíssimas.

 

4. Posicionamento da câmera em relação à fonte de luz

A posição da câmera em relação à fonte de luz que você irá usar poderá causar diferentes efeitos na sua fotografia. Por exemplo, com a luz dura, que é aquela que reflete sobre objeto fotografado, você irá obter uma sombra nítida. É o que acontece com a projeção do sol em um céu sem nuvens sobre uma árvore.

Quando o céu está nublado, os raios solares são espalhados e, por isso, temos uma luz suave que gera sombras sem contornos marcados.  

Logo, se você quiser gerar o efeito de luz dura, basta posicionar a fonte de iluminação fotográfica perto do elemento a ser retratado para criar o efeito de sombras. Já para gerar um efeito de iluminação difusa, você vai precisar um difusor (entre a fonte de luz e o objeto a ser fotografado) ou algo que possa rebater a luz (a fonte de luz deverá estar virada ao contrário do objeto para o rebatedor refleti-la de maneira mais suave).

 

5. Garanta a estabilidade

Outro segredo para conseguir ótimas fotos de noite é garantir que a câmera esteja totalmente estabilizada, pois isso trará nitidez para sua fotografia.

Como falamos no início deste texto, a fotografia é basicamente a captura de luz, por isso, em ambientes mais escuros você precisará usar o obturador em uma velocidade menor para que ele consiga capturar mais luz. Contudo, isso fará com que qualquer movimentação leve transforme sua foto em um borrão. 

Para evitar que isso aconteça, você deverá usar um tripé e um controle remoto (ou o temporizador da câmera) para garantir que a câmera esteja completamente imóvel.   

 

Agora que você já sabe muito de fotografia e várias dicas para arrasar nas suas fotos noturnas, confira esse post para você organizar suas fotos da maneira mais atraente e interessante possível. 

 

Deixe um comentário
Leia Também

7 ideias de fotos de mesversário para melhores fotos do seu bebê

01 de Dezembro de 2021
Categoria: Fotografia
7 ideias de fotos de mesversário para melhores fotos do seu bebê

Quer conhecer algumas belas ideias de fotos de mesversário para o seu pequeno? Então acesse agora e descubra!

Leia mais >

Veja dicas para fazer backup de fotos e não perdê-las

25 de Fevereiro de 2022
Categoria: Fotografia
Veja dicas para fazer backup de fotos e não perdê-las

Quem sabe como fazer backup de fotos mantêm seus arquivos a salvo. Acesse e aprenda o que fazer para evitar que suas recordações se percam!

Leia mais >